top of page

ENTENDA COMO STARTUPS PODEM SE BENEFICIAR DO ECOSSISTEMA DE NEGÓCIOS ISRAELENSES

Israel é o país estrangeiro (fora os EUA), com mais empresas listadas no Nasdaq, segundo maior mercado de ações do mundo. E isso se deve justamente pelo fato de Israel ser um dos países mais inovadores do mundo, considerado grande berço de unicórnios e uma das maiores potências tecnológicas do mundo e chamado de "Nação das Startups"*.

Além disso, Israel tem uma cultura própria de incentivo a pesquisa e desenvolvimento (PD), chegando a investir 5% de seu próprio PIB nessa área. Apenas para efeito de comparação, o Brasil investe pouco menos de 1,5%.



O ambiente altamente favorável a inovação torna este pequeno País no Oriente Médio um dos mais promissores para desenvolver um negócio inovador.

E o melhor: é possível internacionalizar sua startup de modo a fazer com que ela possa competir no moderno ecossistema negocial israelense.



As condições são favoráveis e Israel possui um Acordo de Livre Comércio com o Mercosul desde o ano de 2010, o que leva a um intercâmbio mais facilitado de produtos e serviços entre empresas brasileiras e o mercado israelense.

Um cenário altamente propício a internacionalização de startups brasileiras na Nação das Startups.





13 visualizações0 comentário

Comentarios


bottom of page